RSS Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


NOTÍCIAS

  28/12/2017 

Abrasf pede veto ao projeto que altera o Simples Nacional

A Associação Brasileira das Secretarias de Finanças das Capitais (Abrasf) enviou um ofício ao presidente da República, Michel Temer, pedindo veto integral do Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 171-B de 2015, que aguarda sansão presidencial. O projeto altera a Lei Complementar (LC) nº 123/2016, que trata do Simples Nacional.

A entidade ressalta que, caso seja sancionado, haverá perdas de arrecadação para os municípios, agravando ainda mais as contas dos entes federados que já enfrentam dificuldades em razão da redução drástica das receitas tributárias.

Os tributos cobrados na forma do Simples Nacional já possuem alíquotas beneficiadas para as empresas optantes, o que reduz os valores dos tributos devidos em relação às demais empresas. “O programa já é simplificado, portanto é incompatível com tal regime a concessão de mais um parcelamento como política fiscal. A medida tende a onerar excessivamente o orçamento público que, atualmente, já está extremamente desgastado”, destacou o presidente da Abrasf e secretário municipal das Finanças de Fortaleza (CE), Jurandir Gurgel.

Clique aqui para ver o ofício.

Sobre o projeto

De acordo com o projeto, fica permitido o parcelamento de débitos com o regime especial de tributação vencidos até a competência de novembro de 2017.Por meio do Programa, as empresas devedoras poderão pagar 5% do valor da dívida consolidada, sem reduções, em até cinco parcelas mensais e sucessivas. O restante poderá ser parcelado com descontos de 100% dos encargos legais, nas seguintes opções:

- integralmente, com redução de 90% dos juros e de 70% das multas;
- parcelado em até 145 meses, com redução de 80% dos juros e 50% das multas;
- parcelado em 175 meses, com redução de 50% dos juros e 25% das multas.

Segundo a proposta aprovada, o valor mínimo das prestações será de R$ 300,00, exceto para os Microempreendedores Individuais (MEI), cujo valor será estipulado pelo Comitê Gestor do Simples Nacional.
 

Última atualização: 29/12/2017 às 02:22:42
 
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão

Comente esta notícia

Nome
Nome é necessário.
E-mail
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha

Código necessário.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

SHN Quadra 01 - Bloco F - Edifício Vision - Sala 502
CEP 70701-060 - Brasília-DF  |  Fone: (61) 3223-1512 |  abrasf@abrasf.org.br 

www.igenio.com.br